sobre o livro.

Poemias, de Andrea V Zanella, reúne poemas escritos durante a pandemia do Coronavírus. As afecções que emergiram dos encontros do corpo da autora com corpos outros, predominantemente mediados pelas tecnologias da informação e da comunicação, foram o leitmotiv dos escritos que compõem este livro. Corpos conhecidos, próximos e distantes; corpos vivos; corpos sem vida; corpos em sua potência de vida, resistindo ao vírus, às violências virulentas, ao sofrimento inevitável que a situação inusitada produziu. Ninguém saiu ileso dessa pandemia, e as Poemias acendem i-velas em homenagem às pessoas cujas vidas foram tolhidas pelo vírus, pelo descaso de expressiva parcela da população e pela insensibilidade das autoridades governamentais que fizeram ouvidos moucos aos apelos de cientistas.
Baixe aqui o pdf completo

sobre a autora.

75534262_10156348181632035_2919342889462
Andrea V Zanella
Andréa Vieira Zanella é professora titular aposentada e docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina. Escritora e artista visual, publicou os livros ArteUrbe: jovens, oficinas estéticas e cidade (Appris, 2020), Entre Galerias e Museus: diálogos metodológicos no encontro da arte com a ciência e a vida (Pedro & João, 2017), Perguntar, Registrar, Escrever: inquietações metodológicas (Sulina/Ed. da UFRGS, 2013), entre outros. Organizou várias coletâneas, sendo a mais recente Arte e Cidade, Memória e Experiência (EdUFPI, 2020).