sobre o livro.

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/9
Lomopoéticas do urbano começou a ser organizado pela fotojornalista Elaine Schmitt em 2015, quando reuniu 48 imagens de centros urbanos da região sul do Brasil feitas com uma câmera analógica lomográfica (modelo Holga, 35mm). Na sequência, convidou cinco escritores para fazer parte da obra. Dessa forma, cada imagem serviu como  inspiração para um texto, formando pares que podem ser lidos em conjunto ou não.​​
Além de difundir a produção artística visual e literária de agentes culturais, o fotolivro tornou-se, também, um grande compilado de expressões particulares, que articula e devaneia sobre a realidade complexa que nos cerca e que nos captura em cores, ruídos, árvores, construções, céus acinzentados e motores, ao lado de encontros, afetos e memórias.

sobre a autora.

elaineschmittlomo_edited.jpg
Elaine Schmitt
Elaine Schmitt é jornalista formada pelo Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv), especialista em História, Cultura e Patrimônio pela Universidade Estadual do Paraná (Unespar), mestre em Jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e doutoranda do Programa Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde desenvolve pesquisa sobre ditadura militar e fotojornalismo feito por mulheres. Instigada e inspirada pelo mundo imagem desde pequena, segue na necessária relação/comunicação com/a partir (d)a fotografia, seja pelo fotojornalismo de rua, seja pela experimentação lomográfica.